HR19 Porto 28 April - 1 May 2019

Prémios da Harm Reduction International

Na próxima Conferência Internacional de Redução de Riscos (HR19), a Harm Reduction International irá atribuir três prémios a pessoas ou grupos de referência nas áreas do uso de drogas, da saúde e dos Direitos Humanos.

Conhece alguém que tenha tido um impacto significativo na área da Redução de Riscos, a nível nacional ou internacional? Então, ajude essa pessoa a ter o reconhecimento que merece, nomeando-a para os prémios que serão atribuídos na HR19.

As nomeações para os prémios International Rolleston, National Rolleston e Carol and Travis Jenkins estão abertas até ao dia 14 de janeiro de 2019. Para mais informações sobre os critérios de seleção, consulte as secções abaixo.

Processo de nomeação

As nomeações devem ser submetidas em Inglês através do e-mail awards@hri.global. Para formalizar este processo, são necessários os seguintes elementos:

  • O formulário de nomeação (formulário do prémio International Rolleston, formulário do prémio National Rolleston e formulário do prémio Carol and Travis Jenkins).
  • Uma nota biográfica/descrição da pessoa nomeada, uma apresentação das razões para a sua nomeação e uma carta de recomendação (os requisitos para cada um dos prémios podem ser consultados nos formulários).
  • Prémio International Rolleston

    O prémio International Rolleston é atribuído a pessoas, grupos ou organizações de referência na área da redução de riscos e cujo trabalho a nível internacional seja reconhecido.

    Este prémio visa reconhecer o trabalho desenvolvido nas seguintes áreas:

    • Programas e práticas de redução de riscos
    • Políticas de redução de riscos
    • Advocacy no âmbito da redução de riscos
    • Formação na área da redução de riscos
    • Inovações científicas, investigação e pensamento crítico no âmbito da redução de riscos
    • Disponibilização de fundos ou recursos para iniciativas de redução de riscos

    Critérios para a nomeação

    Podem ser nomeadas pessoas ou organizações que trabalhem a nível comunitário, nacional ou internacional.

    O processo de seleção segue diversos critérios, mas irá focar-se, principalmente, na ‘relevância do trabalho a nível internacional’.

    • Trabalho pioneiro ao nível de programas, práticas, políticas, formação, investigação, advocacy e financiamento na área da redução de riscos;
    • Impacto do trabalho desenvolvido;
    • Provas dadas em termos de iniciativa e liderança, assim como de compromisso a longo-prazo;
    • Potencial do prémio para melhorar o trabalho da pessoa/organização nomeada;
    • Potencial do prémio para aumentar a visibilidade do projeto ou tema desenvolvido pela pessoa/organização nomeada.

    Contexto

    Este prémio foi criado em honra de Sir Humphry Rolleston, Presidente do Royal College of Physicians e do Departmental Committee on Morphine and Heroin Addiction, no Reino Unido. Em 1926, este comité concluiu que a heroína e/ou a morfina deveriam ser validadas como forma de tratamento e disponibilizadas a quem desejasse – uma decisão que se traduziu numa abordagem mais pragmática e humana aos problemas associados ao uso de drogas e se tornou um marco na história da redução de riscos.

    Vencedores anteriores

    • 1992 Dave Purchase (representante do North American Syringe Exchange, E.U.A.)
    • 1993 Ernie Drucker (E.U.A.)
    • 1994 Alex Wodak (Austrália)
    • 1995 Anne Coppell (França)
    • 1996 Aaron Peak (Nepal)
    • 1997 Luigi Ciotti (Itália)
    • 1998 Nick Crofts (Austrália)
    • 1999 Jean-Paul Grund (Países Baixos)
    • 2000 Pat O'Hare (Itália)
    • 2001 Fabio Mesquita (Brasil)
    • 2002 Ethan Nadelmann (E.U.A.)
    • 2003 Ambros Uchtenhagen (Suíça)
    • 2004 Anya Sarang (Rússia)
    • 2005 Zunyou Wu (China)
    • 2006 Robert Newman (E.U.A.)
    • 2007 Vladimir Mendelevich (Rússia)
    • 2008 Andrew Ball (Austrália)
    • 2009 Ralf Jurgens (Canadá) e Sam Friedman (E.U.A.)
    • 2010 Gerry Stimson (Reino Unido)
    • 2011 Jude Byrne (Austrália) e Rich Needle (E.U.A.)
    • 2013 Kasia Malinowska-Sempruch (Polónia/ E.U.A.)
    • 2015 Edo Augustian Nasution (Indonésia)
    • 2017 Péter Sárosi e István Gábor Takács (Hungria)
  • Prémio National Rolleston

    O prémio National Rolleston é atribuído a pessoas, grupos ou organizações de referência na área da redução de riscos e cujo trabalho no país anfitrião seja reconhecido. Na HR19, as nomeações para este prémio serão, obrigatoriamente, de Portugal.

    Este prémio visa reconhecer o trabalho desenvolvido nas seguintes áreas:

    • Programas e práticas de redução de riscos
    • Políticas de redução de riscos
    • Advocacy no âmbito da redução de riscos
    • Formação na área da redução de riscos
    • Inovações científicas, investigação e pensamento crítico no âmbito da redução de riscos
    • Disponibilização de fundos ou recursos para iniciativas de redução de riscos

    Critérios para a nomeação

    Podem ser nomeadas pessoas ou organizações que trabalhem a nível comunitário, nacional ou internacional.

    O processo de seleção segue diversos critérios, mas irá focar-se, principalmente, na ‘relevância do trabalho a nível nacional’.

    • Trabalho pioneiro ao nível de programas, práticas, políticas, formação, investigação, advocacy e financiamento na área da redução de riscos;
    • Impacto do trabalho desenvolvido;
    • Provas dadas em termos de iniciativa e liderança, assim como de compromisso a longo-prazo;
    • Potencial do prémio para melhorar o trabalho da pessoa/organização nomeada;
    • Potencial do prémio para aumentar a visibilidade do projeto ou tema desenvolvido pela pessoa/organização nomeada.

    Contexto

    Este prémio foi criado em honra de Sir Humphry Rolleston, Presidente do Royal College of Physicians e do Departmental Committee on Morphine and Heroin Addiction, no Reino Unido. Em 1926, este comité concluiu que a heroína e/ou a morfina deveriam ser validadas como forma de tratamento e disponibilizadas a quem desejasse – uma decisão que se traduziu numa abordagem mais pragmática e humana aos problemas associados ao uso de drogas e se tornou um marco na história da redução de riscos.

    Vencedores anteriores

    • 1992 Les Drew (Austrália)
    • 1993 Wijnand Mulder (Países Baixos)
    • 1994 Catherine Hankins (Canadá)
    • 1995 San Giuliano Unità di Strada (Itália)
    • 1996 The Australian IV League (Austrália)
    • 1997 Alain Mucchielli (França)
    • 1998 Tarcisio Andrade (Brasil)
    • 1999 André Seidenberg (Suíça)
    • 2000 Mike Wavell (Jersey)
    • 2001 Jimmy Dorabjee (Índia)
    • 2002 Tatja Kostnapfel-Rihtar (Eslovénia)
    • 2003 Mae Chan Project (Tailândia)
    • 2004 Tony Trimingham (Austrália)
    • 2005 Des Flannagan (Irlanda do Norte)
    • 2006 The Drug User Advisory Group (Canadá)
    • 2007 Marek Zygadlo (Polónia)
    • 2008 Àmbit Prevenció (Espanha)
    • 2009 Thai Drug Users’ Network (TDN) Founders (Tailândia)
    • 2010 Russell Newcombe (Reino Unido)
    • 2011 Elie Aaraj (Líbano)
    • 2015 Malaysian AIDS Council (Malásia)
    • 2017 Vancouver Area Network of Drug Users (VANDU) (Canadá)
  • Prémio Carol and Travis Jenkins

    Este prémio é atribuído desde 2005 a pessoas que utilizam (ou utilizaram) drogas e que tiveram um impacto significativo na redução dos riscos associados a esse fenómeno.

    Inicialmente, o nome do prémio era Travis Jenkins, em homenagem a um extraordinário músico e compositor de jazz que morreu em 2004, vítima de cancro. Em 2009, foi incluído o nome da mulher de Travis, Carol, que trabalhou vários anos como médica e antropóloga no Institute of Medical Research da Papua Nova Guiné e foi uma das principais impulsionadoras do National Aids Council. Carol Jenkins ficou conhecida pela sua pesquisa sobre comportamento sexual e sobre o VIH/Sida. Igualmente importante foi a sua relação com o povo Hagahai, oriundo da Papua Nova Guiné.

    Vencedores anteriores

    • 2005 Paisan Suwannawong (Tailândia)
    • 2006 Jason Farrell (E.U.A.)
    • 2007 Alexandra (Sasha) Volgina (Rússia)
    • 2008 Theo van Dam (Países Baixos)
    • 2009 Holly Bradford (E.U.A.)
    • 2010 Joergen Kjaer (Dinamarca)
    • 2011 Tam Miller (Escócia)
    • 2013 Loon Gangte (Índia)
    • 2015 Abdur Raheem Rajaey (Afeganistão)
    • 2017 Lee Hertel (E.U.A.)
  • Prémio Brooklyn McNeil Rae of Hope

    O Centre on Drug Policy Evaluation (CDPE – antigo International Centre for Science in Drug Policy) atribuiu o prémio Brooklyn McNeil Rae of Hope pela primeira vez na HR17 (Montreal), para galardoar o melhor abstract nas áreas da redução de riscos e/ou políticas de drogas. O principal objetivo desta distinção é premiar investigações de qualidade que possam sustentar reformas ao nível das políticas de drogas. O vencedor deste prémio terá direito a uma publicação no Harm Reduction Journal, uma revista com revisão de pares, e a uma bonificação de 500€.

    Este prémio foi criado em homenagem a Brooklyn Rae McNeil, uma das principais defensoras das salas de consumo assistido e também uma grande fonte de apoio para muitas pessoas que usam drogas em Toronto (Canadá). Brooklyn Rae McNeil faleceu devido a uma overdose causada por opióides, mas a herança que deixou serve de mote para a necessidade de promover ações de advocacy e prevenir a perda de mais vidas – através de políticas de drogas baseadas em dados científicos e promotoras dos direitos humanos.

    Vencedores anteriores

    • 2017 - Elaine Hyshka (Canadá) - "A comparative analysis of provincial and territorial harm reduction policy in Canada"
  • Prémio Film Festival

    Este prémio resulta da parceria entre a Harm Reduction International e o Burnet Institute (Austrália) e, entre 2004 e 2015, foi atribuído ao melhor filme ou documentário apresentado no International Drugs and Harm Reduction Film Festival.

    Vencedores anteriores

    • 2004 “Hi Dad” - Theresa Wynnyk & Sherry McKibben (Canadá)
    • 2005 “Mohammad and the Matchmaker” - Maziar Bahari (Irão)
    • 2006 “Worth Saving” - Gretchen Hildebran & Leah Wolchok (E.U.A)
    • 2007 "FrontAids" - Eugene Zaharov & Sergey Bogatyrev (Rússia)
    • 2008 "Harm reduction video, Cambodia – Injecting Drug Use"- David Eberhardt (E.U.A.)
    • 2009 "A Cleaner Fix"- David Gough
    • 2010 "Ben: Diary of a Heroin Addict" Anne Rogers, Darren Teale & Ollie Lambert (Reino Unido)
    • 2011 "I'm Dangerous with Love" Michel Negroponte (E.U.A.)
    • 2015 "The hidden and forgotten plague - A film about hepatitis C in Sweden" Swedish Drug Users Union (Suécia)

Privacy Policy

© 2018 Harm Reduction International.

Charity number – 1117375

Company number – 3223265

Powered by Phoenix Media Group

Harm Reduction International
APDES in People we trust